terça-feira, 26 de julho de 2011

GRANT R. JEFFREY

Grant Jeffrey é reconhecido como um dos principais professores de profecias bíblicas e que faz uma defesa inteligente da nossa fé cristã. Ele é o presidente do Frontier Research Publications, Inc., uma editora líder de livros, fitas e vídeos. Os livros de Grant já vendidos resultaram em mais de sete milhões de vendas durante os últimos 20 anos. Editores, está disponivel em  vários  idiomas em todo o mundo. Ele aparece com freqüência na TV e rádio em todo o mundo. Grant e sua esposa Kaye foram no ministério em tempo integral desde 1988.


No Brasil a Rede Boas Novas, o programa e transmitido, e pode ser assistido ao vivo no link abaixo:

Os Livros mais vendidos, incluem: Armageddon, Prince of Darkness, Aviso Final, Assinatura de Deus, Encontrando a Liberdade Financeira e The War on Terror. Duarante décadas de pesquisa dedicado à história militar, da inteligência e profecia são refletidas em seus livros mais recentes, APróxima Querra Mundial, o Novo Templo e a Segunda Countdown, Chegando ao Apocalipse, Governo Sombra e O Deception Aquecimento Global.

Nos últimos quatro anos seu programa de TV bem respeitado Profecia Bíblica Revelada foi transmitido duas vezes por semana em mais de oitenta países em todo o mundo na Trinity Broadcasting Network. Ele também aparece freqüentemente como um convidado em numerosas TV e estações de rádio internacionais. Durante as últimas duas décadas ele tem sido o principal orador em centenas de conferências proféticas em todo o mundo.

Sua paixão pela pesquisa levou Grant para adquirir uma biblioteca pessoal de mais de 7.000 livros sobre profecia, teologia e arqueologia bíblica. Ele obteve um mestrado e um doutorado em filosofia em Estudos Bíblicos da Louisiana Baptist University. Ele é o editor da Profecia Jeffrey Bíblia de Estudo publicado pela Frontier Research Publications Inc. Este dois e um projeto de escrever metade do ano foi sua tese de doutorado. Durante a década de 1970 e 1980 Grant ensinou escatologia part-time em diversas faculdades. Suas dezenas de viagens de pesquisa para o Oriente Médio e extensas entrevistas com especialistas no campo militar e de inteligência, incluindo líderes políticos como Benjamin Netanyahu e Shimon Peres fornecem o pano de fundo as idéias encontradas em O Novo Templo ea Segunda Vinda e Countdown To The Apocalypse .

Grant era um profissional na área de planejamento financeiro e corretagem de seguros há 18 anos. Ao perseguir sua carreira de negócios, ele adquiriu um grau Underwriter Chartered Life (lei, pensões, contabilidade) da Universidade de Toronto programa de extensão.

Escreveu o romance profético,  Pela Luz Adiantada do Alvorecer, escrito com co-autora Angela Hunt, recebeu o Prêmio Christy respeitado para o romance Melhor Ficção Profético de 1999

segunda-feira, 25 de julho de 2011

R.N.Champlin - O Místico intérprete "Versículo por versículo" da Blíblia.

2Co 11:3 Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo.

Fiquei impressionado com a quantidade de Teólogos, Professores e estudantes das escrituras que adotam R.N. Champlin como base para seus estudos, o que poucos sabem (ou fazem de conta que não sabem) é que este mesmo autor é esotérico, seus escritos estão cheios de conceitos espíritas e misturas ocultistas, diante deste fato e dos que apresentarei logo mais abaixo, pergunto;
  1. Como se pode admitir que se divulgue esse tipo de afirmação não-bíblica em uma obra que pretende interpretar a Bíblia?
     
  2. Quem estaria por trás dessa obra que tanto cativa Cristãos em todo o Brasil?
     
  3. Por que a Editora Hagnos não responde as correspondências que questionam os ensinos contidos em tal Obra?
Prepare-se o que você irá ler “por trás da cortina” é apenas a ponta de Iceberg que pretende cauterizar a mente, uma “serpente” que deseja corromper o coração e levar cativas “evas” espalhadas pelo Brasil com bastante astúcia.

Russel Norman Champlin nasceu em 22/12/1933 em Salt Lake City nos EUA, concluiu bacharelado em Literatura Bíblica no Imannuel College; os graus de M.A. e Ph. D. em línguas Clássicas na University of Utah; fez estudos de especialização (em nível de pós graduação) do Novo Testamento na University of Chicago. Em sua carreira como professor universitário e escritor (atuando na UNESP por 30 anos), publicou três grandes projetos, sua magna opera, a Trilogia:

-O Novo Testamento interpretado.

-A Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia.

-O Antigo Testamento Interpretado.

Vamos analisar o comentário de Champlin em Atos 12.15, vejamos:

“Eles lhe disseram: Estás louca. Ela, porém, persistia em afirmar que assim era. Então, disseram: É o seu anjo”.

No quarto parágrafo Champlin diz(os grifos são meus): 

“Aqueles primitivos crentes devem ter crido que os mortos podem voltar a fim de se manifestarem aos vivos, através da agência da alma. Observemos que a segunda alternativa, por eles sugerida, sobre como Pedro poderia estar no portão, era que ele teria sido morto e que o seu “anjo” ou “espírito” havia retornado. Portanto, aprendemos que aquilo que é ordinariamente classificado como doutrina “espírita” era crido por alguns membros da igreja cristã de Jerusalém. Isso não significa, naturalmente, que eles pensassem que tal fosse a regra nos casos de morte; porém, aceitaram a possibilidade da comunicação dos espíritos, que a atual igreja evangélica, especialmente em alguns círculos protestantes dogmáticos, nega com tanta veemência.

O famoso escritor evangélico C.S. Lewis apareceu a J.B. Philips tradutor de bem conhecida tradução do Novo Testamento para o inglês, por duas vezes, após a sua morte, e se assentou naturalmente em sua sala de estar, tendo conversado com ele como se nada tivesse acontecido que pudesse ser classificado como falecimento. Porém, por toda parte abundam histórias de fantasmas, e muitos céticos negam tudo. Todavia, há muitos desses fenômenos, sob tão grande variedade, e cruzam todas as fronteiras religiosas, para que se possa duvidar dos mesmos como fatos.

Algumas vezes os mortos voltam, e entram em comunicação com os vivos. Os teólogos judeus aceitavam isso como um fato, havendo entre eles a crença comum de que os “demônios” são espíritos humanos maus, desencarnados. Essa idéia era forte na igreja cristã até o século V D.C., tendo sido apresentada por pais da igreja como Clemente de Alexandria, Justino Mártir e Orígenes, os quais também acreditavam na possibilidade do retorno e até mesmo da reencarnação de alguns espíritos, com o propósito de realizarem ou continuarem suas missões. (Ver esta doutrina em Mat. 16.14). Os essênios, dos quais João Batista parece ter sido membro, também mantinham crenças idênticas. É um equívoco cercarmos as doutrinas de muralhas, supondo em vão que somente nós, da moderna igreja cristã do século XX, temos as corretas interpretações das verdades bíblicas. Ainda temos muito a aprender, sobre muitas questões, e convém que guardemos nossas mentes abertas, pelo menos o suficiente para permitirmos a entrada de uma réstia de luz. Sabemos pouquíssimo sobre o mundo intermediário dos espíritos e supomos que o estado “eterno” já existe, o que todas as evidências mostram não ser ainda assim.

É preciso comentar mais alguma coisa? Prosseguiremos mostrando mais um texto em que Champlin comenta e infiltra com muita “astúcia” seus conceitos espíritas. (os grifos são meus).

Interpretação de R.N. Champlin. Ph. D. de Mateus 14.26

“Os discípulos, porém ao vê-lo andando sobre o mar, assustaram-se e disseram: É um fantasma. E gritaram de medo.

“FANTASMA”. Tradução de AC, AA e IB, que é melhor do que “espírito”, conforme dizem algumas traduções, pois o grego diz “fantasma” e não “pneuma”. Esta última é que se pode traduzir corretamente como “espírito”. A palavra aparece somente aqui e no paralelo em Marc. 6:49, no N.T. É vocábulo comum na literatura grega, e pode significar aparição sem substância real, visão ou aparição de um espírito humano ou sobre-humano. É interessante observar que os discípulos aceitavam a antiga idéia dessas aparições, até mesmo neste caso que envolveu a Jesus. A aparição de “fantasmas” usualmente era reputada como um mau agouro, especialmente entre os marinheiros. Pode ser que os discípulos tivessem pensado que o “fantasma” quisesse destruí-los mediante a violência do mar ou contra as rochas da costa, e, naturalmente, ficaram aterrorizados.

O comentário de Ellicott diz: “Os discípulos, ainda presos às superstições de seus compatriotas, pensavam que fosse um fantasma”. Bruce escreve: “Um toque de superstição dos marinheiros”. Em contraste com isso, Adam Clarke, o principal expositor do metodismo, opina: “Que os espíritos dos mortos podem aparecer, e, de fato aparecem, tem sido doutrina aceita pelos homens mais santos; essa é uma doutrina que os caviladores, os livres-pensadores e outros, que não se dispõem a aceitar idéias direferentes de suas próprias crenças, jamais foram capazes de refutar”. John Gill acha que o terror dos discípulos foi causado pela crença comum entre os judeus de que os demônios geralmente andavam à noite, procurando fazer mal aos homens. Certa citação, extraída da literatura judaica, diz: “É proibido saudar um amigo à noite, porque pensamos que possa tratar-se de um demônio” (T. Bab. Megella, fol 3.1. Sanhedrin, fol 44.1). Outros se referem a um demônio feminino que se chamava Lilith, que andava à noite com rosto humano, procurando especialmente crianças para roubar e matar. Em face dessas idéias sobre “fantasmas” podemos compreender o medo dos discípulos naquela ocasião.

As pesquisas psíquicas demonstram que não somos tão sábios quanto pensamos e afirmamos, e que neste mundo há muitas coisas sem explicação, e que de fato, fantasmas de algum tipo (ou tipos), de alguma origem (ou origens), existem. Portanto, é possível que a idéia de Adam Clarke, conforme citação acima, contenha uma parte da resposta. Precisamos lembrar que essa questão será uma ciência do século XXI, portanto pouco sabemos sobre a verdadeira natureza do imenso universo em que existimos. Pode ser que nossas idéias venham a sofrer grande revolução e que a nossa cosmologia venha a alterar-se extraordinariamente. Uma boa regra é não negarmos aquilo que não compreendemos, ou acerca das quais pouco temos estudado.

A Natureza Humana: As pesquisas científicas no campo da antropologia metafísica demonstram que o homem é uma complexidade de pelo menos três formas de energias distintas. 1 . O corpo, uma energia física. 2. A vitalidade, uma energia semifísica. 3. A alma (espírito), uma energia espiritual, supostamente fora do campo atômico. O fantasma evidentemente é a vitalidade, que anteriormente fez parte do complexo humano. Esta vitalidade é capaz de certos atos que exigem uma baixa inteligência, e de natureza mecânica. Todavia, o texto aqui está falando da suposta manifestação de um espírito desencarnado.
Realmente parece mesmo ser um agente do espíritismo/ocultismo infiltrado em seminários e bibliotecas de lideres cristãos para introduzir fermento de corrupção e heresias demoníacas...

Ninguém comenta, ninguém fala, mas Russel Norman Champlin escreveu a anos um livro chamado “Evidências cientificas provam que existe vida depois da morte”. No livro ele define suas crenças espíritas... Isto mesmo, o autor da muitas vezes recomendada coleção de comentários bíblicos é espírita e a “obra” dele reflete seu pensamento espírita, como se vê no trecho citado acima.

Que tipo de apologética é esta que se pratica no Brasil? que “engole” há décadas este tipo de “obra”, recomenda, indica, não se importa de ver tal “obra” nas livrarias evangélicas.

Quem desejar se aprofundar nos escritos de Champlin (não recomendo) poderá fazê-lo lendo o livro supracitado: “Evidências científicas..” onde ele defende inúmeras idéias espíritas, ele defende o espiritismo sob capa de “comprovação cientifica” defendendo idéias como reencarnação, fotografia kirliana (fotografar almas) viagens fora do corpo, etc..

Em sua enorme obra enciclopédica comentado o NT (eu li todo o comentário dele a Apocalipse e boa parte de 1 Corintios) ele “semeia” idéias gnósticas e principalmente Universalistas-Unitaristas, um grupo cristão forte nos EUA entre acadêmicos. Os Unitaversalistas crêem na futura salvação de todo ser humano (talvez até do próprio diabo) visto que Deus Criador é amor...

Eu simplesmente não consigo acreditar que o Russel Norman Champlin escreveu sozinho aquela gigantesca obra. Ele é praticamente desconhecido no exterior, sua obra surgiu em épocas em que era comum os EUA enviarem “missionários” que na verdade eram agentes e evidentemente uma “obra” ajudava a dar projeção a uma pessoa. Não estou afirmando, apenas conjecturando uma possibilidade.



Vejam onde o livro dele é lido e recomendado:

http://geocities.yahoo.com.br/canalvoadores/id12.htm
http://www.redebrasil.tv.br/educacao/arquivo/a_artigos/arq_artigo6.htm

Também é livro que consta na bibliografia deste curso:
http://hp.br.inter.net/cepec/mb2-bibliografia.htm

E na bibliografia internacional de projeciologia (projeção astral):
http://www.iipc.org.br/polo/biblio/BIBLIOGRAFIA%20Projeciologia%202004.pdf

Ainda recomendo encontrar enciclopédias de melhor origem que as dele.
Sugiro que todos divulguem este artigo em sites, listas, blogs, boletins etc. Que sirva de Admoestação aos irmãos, recomendem que estudantes deixem de consultar esta obra e que institutos e livrarias cristãs a deixem de a oferecer como obra de consulta pelo risco que isto significa em termos de “envenenamento”.

Se não concordam em excluir a obra ao menos concordem em classificá-la adequadamente como obra de motivação e pontos de vistas “espíritas” e heterodoxos.

Paz!

Sem. Lindemberg Ferreira

Contribuíram com este artigo:
Alexandre Rodrigues
Pr. Sandro
Francisco Nunes

terça-feira, 12 de julho de 2011

WikiLeaks revela preocupação do Vaticano com o crescimento de evangélicos

Documento obtido pelo WikiLeaks e divulgado nesta quarta-feira (29) mostra que, na época da visita do papa Bento 16 ao Brasil, em 2007, o Vaticano estava preocupado com o crescimento dos evangélicos no país e recebeu críticas do monsenhor brasileiro Stefano Migliorelli, que questionou a entidade sobre a falta de padres na América Latina.

O telegrama enviado a Washington em 6 de maio de 2007 relata conversas entre diversos membros do Vaticano e o ex-embaixador americano Francis Rooney, um empresário republicano do ramo de construção e um dos maiores doadores de campanha do ex-presidente americano George W Bush.
O diplomata americano faz um comparativo entre a primeira viagem de João Paulo 2º ao Brasil em 1980, quando os católicos representavam 89% da população e o Censo de 2000, quando o número de católicos era de 74%.

“A cada ano, milhões de católicos latino-americanos deixam suas igrejas para se juntar a congregações evangélicas incentivados pelos pastores destes novos rebanhos”, disse Rooney.
Ainda segundo ele, de acordo com uma análise, enquanto a Igreja Católica concentra-se em “salvar almas”, muitas igrejas evangélicas fazem o possível apenas para matar a sede latino-americana para o misticismo.
Sem revelar fontes, o documento diz que João Paulo 2º descreveu as atividades evangélicas como “sinistras” e que uma das principais tarefas de Bento 16 seria despertar a comunidade católica e encorajar a resistência ao que o papa anterior teria chamado de “caçada por seitas”.

Já Migliorelli, na época chefe da seção brasileira da Secretaria de Estado do Vaticano, reclamou ao diplomata americano sobre o fato de a América Latina não ser uma região prioritária para a Igreja Católica.
Para Migliorelli, o Brasil e a América Latina seriam como “território de missão” --terras que não foram expostas “de maneira consistente” à fé católica. “Temos que ver isso como uma evangelização --começando do zero”, disse Migliorelli.
O monsenhor ainda criticou a quantidade e a qualidade do clero latino-americano.
“A falta de padres em grande parte da América Latina é muito pior do que nos Estados Unidos”, disse. Migliorelli disse também que “o nível de educação dos padres é muito baixo e que muitas vezes eles não aderem aos padrões de disciplina clerical (celibato, ofertas de sacramentos etc)”.

Em um tópico chamado de “A ameaça da teologia da libertação”, o diplomata americano comenta que o papa João Paulo 2º teria feito grandes esforços para acabar com “esta análise marxista da luta de classes” promovida “por um número significativo de clérigos e católicos leigos que, por vezes, em nome de um compromisso político sancionou a violência em nome do povo”.

Migliorelli comentou que o Vaticano não pretendia tocar no tema durante a visita do papa. O documento prossegue: “A chave é simplesmente que o clero seja treinado mais efetivamente para explicar a posição da Igreja para o povo, ele concluiu”.

Segundo o diplomata, João Paulo 2º combateu com a ajuda de Bento 16 a teologia da libertação mas, nos últimos anos, ela estaria ressurgindo em várias partes da América Latina.

WIKILEAKS: EUA criticaram preconceito contra comunidade gay no Brasil

Relatório diplomático aponta mais entraves políticos da parte de evangélicos do quie de católicos; para EUA, faltam leis que protejam contra crimes de ódio

Por Mariana Simões, especial para a Pública 

Um documento de fevereiro de 2010 sob o título “desafios aos direitos gays” avalia que existem “brechas” que deveriam ser  transpostas pelo  governo brasileiro para melhor proteger os direitos da comunidade LGBT. O maior desafio, segundo a visão dos americanos, é a falta de legislação que os proteja contra a discriminação por orientação sexual.
“Da mesma maneira, enquanto o acesso a serviços públicos e proteção tem aumentado em algumas regiões, ativistas  LGBT se preocupam que crimes contra a comunidade continuem não sendo reportados”, diz o documento.

Em conversa com o assessor político do consulado de São Paulo, Luiz Mott, pesquisador, professor de antropologia e fundador do Grupo Gay da Bahia, informou que 200 pessoas da comunidade LGBT morrem por ano no Brasil. “O Brasil continua sendo o país campeão de assassinatos de homossexuais, mais de cem gays e transgêneros são assassinados anualmente, homicídios violentos que podem perfeitamente ser tipificados como crimes de ódio,” disse o professor e ativista Luiz Mott, reproduzido no telegrama.

Evangélicos são grande desafio 

De acordo com o documento, ativistas reclamaram da influência da comunidade evangélica como um “desafio significativo”. Lula Ramirez, um ativista LGBT do grupo Cidadania, Orgulho Respeito, Soliedariedade e Amor (CORSA), afirmou ao assessor político do consulado que as igrejas evangélicas levantaram esses temas com o Congresso brasileiro mais do os católicos.
No relato vazado pelo WikiLeaks, a embaixada americana reconhece que o movimento contra a discriminação por orientação sexual tem adquirido muita visibilidade no Brasil. O documento cita que o movimento LGBT  brasileiro obteve atenção internacional em grande escala, em 2000 quando a Parada do Orgulho Gay em São Paulo contou, pela primeira vez, com a participação de 100.000 pessoas.
Mas o documento aponta que a maior visibilidade não tem se traduzido em maior força política. O consulado de São Paulo ouviu segundo quem entidades como a sua sofrem com a falta de representação política a nível nacional.

Mesmo assim, os americanos vêem avanços no nível legais em nível local.O documento cita São Paulo como um exemplo de um estado que tem estendido proteção legal a população LGBT. Em 2000, menciona o texto, foi estabelecida uma unidade de investigação de crimes de intolerância, incluindo aqueles por homofobia.
Em 2001, o estado de São Paulo adotou uma lei administrativa que impede a discriminação, inclusive no mercado de trabalho, por orientação sexual. A lei não tem poder judiciário e não pode criminalizar o ofensor mas ela permite que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania multe companhias ou indivíduos que intimidam ou discriminem contra pessoas LGBT.

O documento diz ainda que ativistas se contentam com o progresso que tem sido feito em outros estados brasileiros como Pernambuco e Bahia para extender a  proteção dos direitos da população LGBT. O tratamento igual para prisioneiros que recebem visitants nas prisões é citado como um grande avanço.
No entanto, conclui o documento, “com pouco apoio para avançar na legislação, o progresso em relação à equidade de direitos e acesso aos serviços vai ocorrer a médio prazo apenas nos níveis local e estadual”.
O Brasil está em processo de decidir se passará ou não o novo Projeto de Lei da Câmara Federal (PLC) 122/2006, que propõe a criminalização da homofobia.  A lei busca combater as mais variadas manifestações que podem constituir homofobia. Para cada modo de discriminação, prevê-se uma pena específica, que  pode atingir até 5 anos de reclusão. No entanto, o projeto segue parado no Senado federal.

Fonte: Correio do Brasil

Rio se prepara para ser capital mundial do turismo gay, diz 'The Guardian'

Uma série de iniciativas da prefeitura do Rio de Janeiro para promover a diversidade sexual ajuda a preparar a cidade para se transformar na capital mundial do turismo gay, segundo afirma reportagem publicada nesta terça-feira pelo diário britânico The Guardian.
O jornal relata a festa de lançamento da semana da diversidade, "uma celebração das diferenças culturais e étnicas da cidade e uma tentativa de posicioná-la como a capital global do turismo gay".
O jornal relata ainda que nos últimos meses houve "uma avalanche de iniciativas amigáveis à comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais) no Rio: cursos vocacionais para travestis, projetos contra intimidação de estudantes gays e lésbicas e uma nova lei proibindo a discriminação nos clubes noturnos da cidade".
A reportagem observa ainda que em fevereiro o prefeito da cidade anunciou a criação de uma secretaria especial para a diversidade, chefiada pelo estilista Carlos Tufvesson, para quem o Rio não é apenas "o destino mais sexy da Terra", mas também um lugar onde a tolerância é natural.

'Fonte de renda'

Casal se beija em casamento coletivo gay no Rio de Janeiro 
Para o Guardian, as iniciativas são "uma potencial fonte de renda" para a cidade. Segundo o jornal, 25% dos turistas que chegaram a cidade no ano passado, ou 880 mil pessoas, eram gays.
"O escritório de turismo da cidade espera elevar esse número ainda mais e publicou folhetos brilhantes com as cores do arco-íris, cheios de fotos de homens musculosos e slogans convidando os turistas a 'viver a sensação do Rio'", diz a reportagem.
O jornal comenta que as iniciativas do governo vêm enfrentando alguma resistência, principalmente entre "a direita religiosa".
Apesar das críticas, porém, as iniciativas do governo Também vêm recebendo elogios de ativistas pelos direitos dos gays, observa o diário.
A reportagem cita uma declaração da top model transexual Lea T. durante o lançamento da semana da diversidade do Rio, para quem "é realmente incrível que o Brasil – um lugar que chamam de país de terceiro mundo – esteja fazendo algo que poucos países fizeram".

Fonte: BBC BRASIL

Assistam o vídeo:

segunda-feira, 11 de julho de 2011

GENIZAH CHAMA IGREJA ASSEMBLEIA DE DEUS DE SINAGOGA DE SATANAS

Segundo post do Genizah postado por Danilo Silvestre Fernandes no ultimo dia 09 de julho de 2011.

Ele fez um infeliz comentário, que mostra totalmente a sua falta de ética e mostra um total desconhecimento dos fatos relacionados ao Pastor Silas Malafaia (Pastor com P maiúsculo um dos poucos no Brasil), a igreja Assembléia de Deus Vitória em Cristo e ao legado deixado pelo Pastor José Santos


O  Comentário:

Se tem um registro que o Malafaia merecia ter cassado é o de pastor, visto que prega a mentira da teologia da prosperidade e explora a fé alheia. Entretanto, mesmo isto é uma quimera visto que Silas Malafaia deixou uma denominação respeitável e fundou a sua própria sinagoga de satanás...

Refutando

Se tem um registro que o Malafaia merecia ter cassado é o de pastor.

Não existe registro para Pastor, Pastor é ministério, quem chama para o ministério de Pastor e Deus, a igreja por sua vez reconhece o ministério.

E ele mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores, Efésios 4:11
E no caso do Pastor Silas, ele não vez nenhum cursinho desses que existem por ai na internet para se conseguir credencial de Pastor, nem tão pouco foi levantado por que era filho de Pastor ou puxou o saco de pastor.

O seu ministério é reconhecido e confirmado dentro de todas as denominações ou vertentes da Assembléia de Deus é com muito louvor diante de Deus e dos homens. Os frutos do seu minsitério falam por si.

Mais um fato pode se ver no discurso do Pastor Silas Malafaia, no Centenário da Assembleia de Deus onde ele faz uma grande reflexão sobre a trajetória das Assembleias de Deus no Brasil, acesse e confira e aprenda:



visto que prega a mentira da teologia da prosperidade e explora a fé alheia.
Mais uma vez o Danilo mostra que desconhece tanto a palavra de Deus, quanto o perigoso movimento herético denominado "TEOLOGIA DA PROSPERIDADE".

O que é Teologia da Prosperidade?

Teologia da prosperidade, também conhecida como confissão positiva, palavra da fé, movimento da fé e evangelho da saúde e da prosperidade, é um movimento religioso surgido nas primeiras décadas do século XX nos Estados Unidos da América. Sua doutrina afirma, a partir da interpretação de alguns textos bíblicos como Gênesis 17.7, Marcos 11.23-24 e Lucas 11.9-10, que os que são verdadeiramente fiéis a Deus devem desfrutar de uma excelente situação na área financeira, na saúde, etc.

Histórico do movimento

O pioneiro desse movimento foi o estado-unidense Essek. M Kenyon, enquanto o maior divulgador foi Kenneth Hagin, que influenciou a muitos pregadores nos Estados Unidos que ganharam reconhecimento mundial, como Kenneth Copeland, Benny Hinn, David (Paul) Yonggi Cho, entre outros. A Partir dos anos 70 e 80, a teologia da prosperidade se estendeu a muitos paises, incluindo Portugal, onde se destacou Jorge Tadeu, fundador da Igreja Maná, e também o Brasil. Ao longo dos anos essa doutrina foi abraçada principalmente por igrejas neo-pentecostais. No Brasil, as maiores igrejas desse movimento são a Igreja Universal do Reino de Deus, do Bispo Macedo, a Igreja Internacional da Graça de Deus, do Missionário R.R. Soares, a Igreja Mundial do Poder de Deus, fundada pelo Apóstolo Waldemiro Santiago, também dissidente da Igreja Universal, a Igreja Apostólica Renascer em Cristo, fundada pelo casal Estevam e Sônia Hernandes, além da Igreja Nacional do Senhor Jesus Cristo, de Valnice Milhomens. Além destes movimentos e igrejas, existem também conferencistas intinerantes proclamadores desta doutrina, como Marco Feliciano e Paulo Marcelo, entre muitos outros.

O que o Pastor Silas Malafaia prega e ensina nessa área é com base no texto de 2 Coríntios 9.

Abaixo comentário da revista da Escola Bíblica Dominical desse trimestre onde o Pastor Silas Malafaia é o comentarista; Inclusive uma revista premiada no meio editorial evangélico e usada por milhares de igrejas e ministérios dentro e até fora dos arraiais Assembleanos.

As pessoas, em grande número, pensam que prosperidade é sinônimo de riqueza. Puro engano. As duas situações são bem diferentes.

Riqueza significa possuir bens materiais e muito dinheiro. Enquanto prosperidade vai bem mais além. Envolve a área material e espiritual.

A pessoa pode até não possuir muito dinheiro, mas ser próspera porque é equilibrada nos seus gastos, sabe usar o dinheiro com sabedoria, tem uma família, o necessário para viver.



Silas Malafaia deixou uma denominação respeitável e fundou a sua própria sinagoga de satanás 
 


DENOMINAÇÂO


Mais uma mentira inflamada pelo inferno, mais nem o Senhor Jesus escapou dessa. Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este não expulsa os demônios senão por Belzebu, príncipe dos demônios. Mateus 12:24

Pastor Silas não deixou denominação nenhuma, ele se desligou de uma convenção de pastores, que não é   uma convenção de igrejas.

Nas Assembleias de Deus, a maioria das Igrejas são independente umas das outras todas elas chegam num momento que recebem a emancipação e tornam-se ministérios independentes, outras formam Ministérios quem tem uma igreja central e suas filiais, que é o caso das Assembleias de Deus de Madureira e outras e a mais recente a adotar este tipo de organização é a Assembléia de Deus Vitória em Cristo.


Mais como não querem alguns nas doutrinas fundamentais, que são inegociáveis a Igreja Assembleia de Deus é o unânime todas seguem o mesmo credo, e vivem em comunhão apesar de algumas divergências administrativas, fato esse que foi comprovando agora no Centenário que todos tiveram em unidade no evento em Belém.

IGREJA

Sem conhecer a igreja Assembleia de Deus vitória em Cristo e o que ela é hoje e sua história, o inquisidor chama a de sinagoga de satanás.

Aprenda mais um pouco:

Fundada em 20/05/59, fundada pelo pastor José Pimentel de Carvalho, substituido pelo pastor Sebastião Ferreira Pinto, em seguida pelo pastor Augusto Costa e em 1964 assumiu o saudoso Pastor José Santos, que juntamente com o Pastor Silas e outros pastores, levaram a igreja do número de 7 congregações a 89 filiais, e hoje tem mais de 15 mil membros em todo território nacional.

E no dia 02/03/10 o Pastor Silas foi indicado de forma unânime pelo ministério da Assembleia de Deus na Penha, a assumir a liderança da igreja.

Que é um Pastor que tem visão de expandir o ministério aos quatro continentes do planeta, e apresentou ao ministério e a igreja a opção de se trocar o nome de Assembleia de Deus na Penha, para Assembleia de Deus Vitória em Cristo, pois qualquer pessoa e não precisa ser expert em marketing, que o nome Penha se refere-se a um bairro do Rio de Janeiro, que recebeu esse nome em homenagem a uma santa católica e que não cairia bem esse nome Penha, por exemplo, numa igreja no Japão ou em outro estado ou bairro qualquer. Então a igreja foi unânime na troca do nome.

E os frutos do Pastorado do Pastor Silas Malafaia, pois um ministério cristão seja ele qual for só pode ser validado pelos seus frutos.

Apenas o dado mais atualizado ontem 10/07/2011 mais de mil almas passaram pelo batismo em águas, aqui no Rio, evento este que acontece de 6 em seis meses.



Seguindo o chavão evangeliquês "Sinagoga de Satanas", segundo o entendimento mediocre e sem conhecimento biblico, deve pensar que é uma igreja que produz frutos do Satanas e que cultua o demônio. Segundo esse pensamento so conheço uma a Igreja de Satã de Antony LaVey.

Agora como o assunto que interresa e a biblia sagrada.

As reverencias que aparecem estão no livro de apocalipse.

Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás. Apocalipse 2:9

O termo se refere a judeus que perseguiam os verdadeiros cristão, que se reunião na sinagoga dos judeus se dissiam judeus, são os mesmo que tramaram na sinagoga, a morte de Jesus e posteriormente abafar a fé dos cristãos de qualquer maneira.

Caracteristica esta e fruto que pode ser comprovado em 80% deste blog "GENIZAH", por que se dissem cristãos e se mostram superiores e sombam da fé das pessoas, inflamam cristãos a adotarem padrão e pensamentos mundanos, fazendo apologia a falsas liberdades, usando de argumentos inconseguentes,usando um marketing falso tipo usado por tabloides sensacionalistas.

Por isso cabe melhor o termo "site de satanas" não sei onde se reunem para chamar de sinagoga, para discutirem as pautas, pode ser nas mentes que carecem da graça de Deus.

São os verdadeiros Balaões (outro termo usado na boca deles que desconhecem o significado biblicio do termo) que assim como a exemplo de Balão ensinou a Balaque a lançar tropeços contra o povo de Deus, para interferir na comunhão deles com Deus.

Assim este blog vem fazendo pelo menos até aqui esse trabalho com maestria.

Pensem nisso !

Com amor em Cristo

Recomendamos